Programação é o novo inglês » Escola Nuvem — Um mundo melhor começa agora

Programação é o novo inglês

Publicado em 28 de fevereiro de 2017 as 2:40

programação-para-crianças

“Saber programar passa a ser fundamental daqui para a frente e, por isso, toda criança, matriculada em escola pública ou privada no Brasil, deveria ter o direito de aprender a linguagem dos computadores”. É o que afirma a empresária e administradora Ana Maria Diniz, no seu blog do jornal O Estadão [1].

Segundo a autora, 40% das escolas americanas, atualmente, ensinam programação e a meta do governo é dobrar esse número nos próximos anos. No Reino Unido, desde 2014 todas as escolas são obrigadas a ensinar linguagem de computação para alunos a partir dos cinco anos. Estônia, Finlândia e Austrália também já incorporaram a disciplina no currículo.

E no Brasil? Por aqui não estamos ficando de fora da tendência mundial. Nos últimos anos, várias escolas no país têm inserido robótica em sua grade não-obrigatória. Mas vamos tratar sobre as diferenças dos cursos de robótica e de programação em outro post. No Brasil, quando o assunto é programação, pouquíssimas escolas são destaque. Em Goiás, a Escola Nuvem foi a primeira a fornecer o ensino da programação de qualidade para crianças e adolescentes, a partir de 6 anos.

Programar nada mais é do que saber dizer a um computador o que ele deve fazer. Mais do que falar a língua das máquinas, saber programar é aprender a usar uma nova lógica baseada na análise de padrões e, a partir deles, criar, expressar e desenvolver novos conceitos, produtos e aplicações para o mundo. Programar é a arte do século 21.

A autora ainda afirma: “A razão mais óbvia para se aprender a programar tem relação com o mercado de trabalho. O crescimento exponencial da tecnologia impacta diretamente a oferta de empregos nas áreas da ciência da computação, que só tende a aumentar – e quanto mais pessoas habilitadas para ocupar essas vagas, melhor. Num futuro muito próximo, o conhecimento básico de programação também será fundamental para praticamente todas as profissões, como economistas, médicos, jornalistas, entre outros”.

Programação é o novo inglês. Programar é fundamental para todos que desejam desenvolver novas habilidades e estar preparados para o futuro. No próximo post discutiremos os principais benefícios e as habilidades desenvolvidas no aprendizado da programação.

[1]: ESTADÃO: Programação é o novo inglês

    Comentários